Pauline Louise

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFE-mail

Pauline Louise

Data de Nascimento: 11/09/1983

As 18 horas e cinquenta minutos do dia onze de setembro de 1983, nasce Pauline Louise com 2.900 Kg e 47 cm, de 9 meses sem nenhum problema  durante os nove meses de gestação.

Esperando chegar à Itália com muitas expectativas e planos ,o itinerário foi modificado sem aviso prévio e cheguei a Holanda.O primeiro impacto foi vê-la pela primeira vez, porque o que via não era o esperado, na primeira mamada houve o primeiro refluxo e foi de volta para o berçário, quando tivemos alta vi no prontuário a interrogação (pés tortos?), mas ainda não desconfiava de nada do que viria pela frente, como: muitas noites de sono e vizinhos a me perguntar se estava criando gato (por causa do choro).Sete meses se passaram e continuava com pouco aumento de peso e cada vez mais irritada e não dormia, indaguei ao pediatra se ele não iria encaminha-la ao especialista, foi quando tudo começou,  a via sacra foi grande,com muitos empecilhos,preconceitos e falta de respeito ao ser humano até mesmo da própria família.

Foi feito cariótipo genético com resultado de 5p- ou seja síndrome cri du chat ela já com um ano de idade,neste tempo ela ainda não sentava,então se começou a fisioterapia e logo depois as demais terapias como: psicomotricidade, hidroterapia,fonoaudiologia,psicologia.Na avaliação com a fisiatra ,recebi como incentivo uma frase que nunca esqueci (há minha filha vou fazer porque você quer,mas não espere nada), mas persisti e com dois anos de fisio ela andou aos três anos.

Começou a frequentar escola especializada aos cinco anos; Escola Arco-Íris. ADOTE, APAE e Centro de Reabilitação Infantil , também me acompanhava no meu trabalho  com educação especial(CRE). Pauline nos seus  primeiros  anos de vida gripava muito  pela baixa imunidade que tinha mas nunca ficou internada,nem  teve pneumonia,o que ela tem é uma sinusite que as vezes sangra o nariz. Ela não toma nem uma medicação controlada no momento, mas já tomou, só que agia o contrário em vez de inibir estimulava, o médico  (neurologista) fez testes com a dosagem e terminou  não receitando. Ela é sociável,não tem problemas em  se adaptar, gosta de boneco (bebê), música gospel, ir à igreja ,cantar no  grupo da igreja, conversar com idosos e conversar ao telefone como se fosse vendedora, também de passear (diz que não é prisioneira chantagem.)

Hoje vejo minha filha como um presente de Deus,quando vejo os relatos das demais mães do portal, agradeço a ele pela benção que ele colocou na minha vida, sempre falo nos meus testemunhos que ela é  "a luz da minha vida".

Ela nunca foi empecilho para levar em frente a minha vida, porque quando ela estava com oito anos o pai nos abandonou e tive que enfrentar tudo que viesse pela frente, ela só me deu mais vontade de lutar, e reverter o caminho para Holanda.

 

Maria José, mãe da Pauline Louise

Rua Dr. Paulino, 198, Centro,

São José de Mipibu – RN

Cep: 59162-000, Telefone: 84-32732465 – 9178-0182

e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar